O que é a pré-diabetes e porque é possível que eu, sem saber, sofra desta condição?

Por que você não deve fumar, se você tem diabetes?
09/02/2017
Alimentação para pessoas com diabetes {Saiba tudo sobre}
17/05/2017

A pergunta não tem nada a intenção de te assustar, mas muito pelo contrário, eu quero que você se aproxime e conhece os riscos que se podem ter por não saber o que é a pré-diabetes…

A pré-diabetes é uma condição em que os níveis de açúcar no sangue se elevam para além dos níveis normais, mas não são suficientemente elevados para serem classificados como diabetes tipo 2.

Embora nem todas as pessoas com pré-diabetes desenvolvem diabetes tipo 2, a negligência da condição dará lugar a maiores chances de se tornar diabético tipo 2.

A pré-diabetes é mais fácil prevenir ou retardar o diagnóstico de Diabetes, se você tomar de imediato as medidas necessárias, infelizmente, a maioria das pessoas não seguem as recomendações para fazê-lo.

É muito importante que você tenha conhecimento e aprender sobre a diabetes em suas primeiras etapas, pois as pesquisas confirmam que muitas das complicações a longo prazo associadas com diabetes, tais como doenças cardiovasculares e danos aos nervos podem começar desde a fase pré-diabética.

Ao igual que a diabetes tipo 2, uma pessoa pode sofrer de sintomas subjacentes sem mesmo saber. Por isso, é importante estar ciente dos fatores de risco e que os testes de detecção de pré-diabetes se façam ao menos uma vez por ano para saber realmente qual é a condição atual. O mais recomendável é que se faça uma análise de sangue para detectar se você tem pré-diabetes.

Especialmente se você é propenso a ter altos níveis de pressão arterial, ou se você tem elevado o mau colesterol ou se simplesmente você tem uma tendência a aumentar de peso em torno da região abdominal, você deve ter muito cuidado, pois o mais provável é que esteja em risco de ser diagnosticado como pré-diabético.

Os fatores de risco também podem incluir o seguinte:

1. Se você tem mais de 40 anos, é o maior fator de risco.

2. Se você tem um parente próximo, um pai ou um irmão foi diagnosticado com diabetes tipo 2.

3. Ter um histórico familiar da resistência à insulina ou intolerância à glicose.

4. A presença de algumas das complicações relacionadas com a diabetes, como doenças oculares, nervosas ou do rim.

5. Ter um histórico de doenças do coração.

6. Ter um histórico médico de diabetes mellitus gestacional.

7. Ter a pressão arterial elevada.

8. Ter níveis elevados de colesterol.

9. Ter níveis excessivos de gordura abdominal.

10. Levar uma vida sedentária.

As pesquisas atuais sugerem que o controle dos níveis de glicose no sangue em estágios iniciais, pode ajudar a reduzir as chances e até mesmo retardar o aparecimento de diabetes tipo 2.

Como eu disse, cada pessoa pode facilmente reduzir as chances de desenvolver outras complicações ao fazer uma simples mudanças de estilo de vida, tais como o aumento dos níveis de atividade física e comer refeições saudáveis.

Uma redução de até um pequeno percentual do peso corporal, ou seja, mesmo um 5 a 10% do peso total do corpo, através do consumo de alimentos saudáveis e seguir um regime de atividade física regular pode fazer uma grande diferença para a sua saúde e estilo de vida.

Agora que você já sabe que é a pré-diabetes, é importante destacar que, devido a que não apresenta sintomas, dentro do seu corpo pode estar a desenvolver esta condição sem perceber.

Artigos + Destaque

 

Vote nesse artigo